Mônica + Felipe = Melissa – Made with (much) love

Dani Lorenzoni Fotografia

Deu tudo certo conforme programamos: o Jardim Japonês, o chão de flores amarelas (que encomendei especialmente para a ocasião), o dia um pouco nublado…

Mas o que deu mais certo mesmo foi a química que rolou na primeira vez em que nos falamos no telefone! A Mônica é uma doçura e estava cheia de ansiedade pelas fotos, pelo momento de ter esse registro da espera da sua pequena Melissa.

Mas o que eu realmente não imaginava era toda a estória que tinha por trás dessa gravidez e desses sorrisos fáceis desse casal maravilhoso no dia da nossa sessão!

Não tem como não ficar completamente apaixonada por eles! E depois de saber da estória, então?! Quer saber? Dá uma checada!

“Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda peão
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração…”
Hoje eu vou de textão. A vida e suas (revira)voltas. Um certo dia, vc é diagnosticada como infértil. O mundo desmorona na sua cabeça e vc fica sem chão. Por que comigo? Sim, eu questionei. Não foi fácil aceitar.
Fomos em uma segunda opinião, especialista em infertilidade. Recebo uma voz de esperança. Meu diagnóstico agora é de má formação uterina rara (útero unicorno), mas existe sim a possibilidade de gravidez natural. Mas existia tb um porém. Haveria uma maior probabilidade de sofrer aborto ou parto pre maturo, uma vez que o útero sendo a metade de um útero normal, poderia comprometer o desenvolvimento do bebê. Como saber? Suspenda a pílula e tente, disse o médico. No primeiro mês sem pílula, tive um sonho lindo onde eu estava grávida. Comprei um teste de farmácia. Acordei sem nenhuma expectativa. Estava cansada de alarmes falsos. Assim que coloquei a tira na urina, a segunda lista surgiu. Pensei q ainda estivesse em transe, coloquei a tira sobre o papel e fui me trocar. Passado os 5min, olhei novamente para ela. Lá estavam as duas listas. Chorei copiosamente. Não estava acreditando. Sai para fazer o exame de sangue. Positivo. Era feriado. Tinha que esperar o dia seguinte para falar com o médico. Marcamos um US. 6 semanas nós estávamos. Foi a maior emoção ouvir um coração tão pequeno e tão forte bater e saber que o embrião estava nidado corretamente. Derramei mais prantos. A segunda emoção foi descobrir que sou mãe de uma princesa. A terceira, a sentir mexer. E assim estamos seguindo. Cada dia que avançamos, uma vitória. E hoje chegamos em 35 semanas (246 vitórias). Meu Deus, estamos quase vencendo essa batalha! Pense em uma gestação tranquila, ainda mais pra quem tinha tantos poréns. E as vezes me pergunto: eu sou realmente merecedora de toda essa benção e amor? Merecimento ou não, a nomenclatura q se dá aos fatos, não me importa. Sou simplesmente grata! Obrigada Deus, por nos confiar a vida da Melissa! Obrigada por esse presente angelical.” Mônica Morais

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Dani Lorenzoni Fotografia

Quer ver mais fotos? Em breve aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *